Publicidade de alimentos infantis podem estar com os dias contados.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016



Segundo o senado federal meus caros leitores, as propagandas de alimentos infantis podem estar com os dias contados.  Após a publicação do decreto os estabelecimentos terão  o prazo de um ano para se adequarem as novas normas estabelecidas pelo ministério da saúde interligado com o senado federal.

‘A lei trata da comercialização de alimentos para mães e crianças durante o período da amamentação e proíbe que esses produtos, além de mamadeiras e chupetas, tenham propagandas veiculadas nos meios de comunicação.

A regulamentação também restringe descontos e exposições especiais desses alimentos e produtos em supermercados. Quanto à rotulagem, a regra proíbe que as embalagens contenham fotos, desenhos e textos que induzam ao uso. E obriga que elas tragam a idade correta indicada para o consumo.’ Citou o Senado Federal.

Isso e extremamente ótimo, através disso a alimentação da mãe e do bebê será com mais qualidade e tudo indica que sem adição desses alimentos industrializados a alimentação de ambos fique mais restrita a alimentos ‘in natura’ Alimentos cujo o quais provém de sua própria naturalidade sem conservantes ou produtos químicos. Através dessa iniciativa a gestante poderá proporcionar ao bebê mais qualidade enquanto o mesmo estiver em sua fase de vida uterina. Entretanto vale salientar que isso gera mais promoção de saúde e conscientização a todos de um modo geral, pois estamos tirando dos nossos olhos o que nos impõe como certo (Mídia) e estaremos colocando o que trás benefícios que e uma boa alimentação que supra as necessidades do individuo.

Mais informações acesse o portal do senado federal: Decreto regulamenta publicidade de alimentos infantis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. Alexandre Tavares Nutrição.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Mais Template.
Creative Commons License